Município esperava vacinar, inicialmente, 2.200 pessoas do público alvo, mas até esta quinta-feira (17) somente 180 idosos e pessoas com baixa imunidade (imunossuprimidos) receberam o reforço. Luíz José dos Santos, de 100 anos, recebeu dose de reforço em Araguaína
Marcos Sandes/Prefeitura de Araguaína
A Prefeitura de Araguaína, na região norte do estado, afirmou que a procura pela dose de reforço contra o coronavírus está baixa na cidade. A aplicação, que é feita após a segunda dose, é direcionada aos idosos acima de 70 anos, que foram vacinados há pelo menos seis meses, e pessoas com baixa imunidade (imunossuprimidos), imunizadas há 28 dias.
A vacina está sendo aplicada de segunda a sexta-feira no Ginásio Poliesportivo Pedro Quaresma e em mais seis Unidades Básicas de Saúde. Veja os locais abaixo
As doses de reforço começaram a ser aplicadas na cidade há mais de duas semanas. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, a estimativa é de que, inicialmente, 2.200 pessoas recebam o reforço. Até esta quinta-feira (16), somente 180 pessoas dos dos grupos procuraram as UBS’s para a aplicação do imunizante.
A diretora de Imunização de Araguaína, Samilla Braga, disse que o saldo é preocupante. Isso porque de acordo com o Ministério da Saúde, o objetivo da vacinação com a dose de reforço é reduzir o índice de letalidade da doença nesses grupos prioritário que ainda são atingidos pela Covid-19.
Luíz José dos Santos, de 100 anos, e a esposa dele Amélia Alves dos Santos , de 81, não perderam tempo e foram receber a dose de reforço. O casal já perdeu um filho para o sarampo e sabe a importância de completar o ciclo vacinal.
“Vimos muitas doenças, mas não uma que levasse tantas vidas. Mesmo assim um dos nossos filhos morreu de sarampo aos 10 anos de idade, pois na época nós não tínhamos acesso à vacina, foi muito triste. Hoje sabemos a importância de se proteger da covid-19 e fomos logo tomar a vacina”, conta seu Luíz.”
Locais de aplicação da dose de reforço
Ginásio Poliesportivo Pedro Quaresma – de 8h às 12h e das 14h às 17h30
UBS Araguaína Sul – 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30
UBS JK – 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30
UBS Palmeiras do Norte – 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30
UBS Manoel Maria (Setor Cimba) – 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30
UBS Dr. Raimundo (Setor Maracanã) – 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30
UBS Dr. Francisco Barbosa (Vila Aliança) – 7 às 18h
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins


Compartilhar:

Deixe seus Comentario